Dicas para você envolver toda a família na organização da casa

Com a volta das atividades presenciais, no trabalho e na vida social, sobra menos tempo para manter a organização da casa, não é mesmo? Por isso, é preciso saber administrar bem o tempo e, acima de tudo, ter bastante paciência para dar conta de tudo o que se tem para fazer.



Mas que tal transformar a arrumação e a limpeza da casa em um momento especial para unir toda a família? A divisão de tarefas pode tornar as atividades mais leves, sem sobrecarregar ninguém. E se você tem filhos, não deixe de incluí-los também. Neste post, trouxemos algumas dicas para ajudar você a planejar a organização da sua casa. Aproveita aí!


O que tem para fazer em casa?


Antes de iniciar a organização da casa, é preciso listar todas as tarefas necessárias para deixar tudo em ordem. Uma boa ideia é fazer uma planilha com cada atividade e a frequência na qual elas devem ser realizadas. Inclua nessa lista até as tarefas mais simples como varrer o chão, tirar lixo, regar as plantas. E dê maior atenção aos trabalhos mais pesado, como uma faxina geral que pode ser feita a cada 15 dias ou uma vez por mês, dependendo da movimentação na sua casa.

Fazer essa planilha é importante porque torna mais fácil definir o tempo médio que cada tarefa vai consumir, o que é fundamental na organização. Além disso, vai ajudar na divisão das tarefas, envolvendo toda a família na execução das diversas atividades.


Como dividir as tarefas em casa


Fechada a lista do que é preciso fazer para deixar a casa sempre bem cuidada e organizada, é hora de definir o papel de cada um. O que cada membro da família vai ter de fazer? Uma dica é dividir as responsabilidades de acordo com o tempo e a disponibilidade de cada um. Afinal, o objetivo aqui é não sobrecarregar ninguém, certo? Veja, então, o que precisa ser feito antes e o que pode esperar, as tarefas diárias e o que deverá ser feito em dias alternados, deixando claras as responsabilidades. Você pode utilizar aplicativos de organização da casa, que podem ser baixados gratuitamente na internet e que vão auxiliar nesse processo.


Uma boa forma de deixar a divisão bem clara e compartilhar com todos a responsabilidade de cada um é usar uma lousa ou quadro de avisos de cortiça ou imãs em um lugar bem visível para todo mundo – a cozinha, por exemplo. Assim, todos vão saber o que fazer, na hora e com o intervalo que é preciso fazer.


Como incluir as crianças na organização da casa


Como falamos lá no início, não deixe de incluir as crianças na organização da casa. Fazer pequenas tarefas, além de contribuir de fato para manter a ordem, tem um viés educativo, desperta o senso de responsabilidade e mostra desde cedo o quanto é importante manter o ambiente em que se vive limpo e organizado. Mas lembre-se: é preciso respeitar a idade e as habilidades de cada um.


Veja aqui algumas dicas para você dividir direitinho as tarefas com as crianças:


Crianças de 2 a 4 anos


Nessa faixa etária, você pode incluir pequenas atividades, como guardar os brinquedos no lugar certo, recolher as migalhas de alimentos que consumiu ou deixar a roupa suja em um local apropriado.


Crianças de 5 a 7 anos


Atividades como arrumar a própria cama, tirar o pó de móveis e limpar e ajudar a tirar a mesa após as refeições já podem ser incluídas entre as tarefas das crianças.


Crianças de 8 a 12 anos


A partir dessa idade, você pode definir tarefas um pouco mais trabalhosas, como varrer o chão, tirar o lixo, dobrar e guardar as próprias roupas no armário e, caso tenha em casa, alimentar os pets, por exemplo.

Ah! Tem um último recado para você: não desanime se as coisas não derem certo na primeira semana, no primeiro mês. Afinal, aprender a administrar o tempo da forma ideal não é tarefa tão simples assim, ainda mais quando se envolve a família toda. Você pode ir ajustando as coisas, conforme for sentindo necessidade. O importante é começar e persistir!